9 receitas com costela minga para se sentir um churrasqueiro de primeira

Escrito por    
Em 25.08.20

A costela minga é um corte que conta com ossos mais finos, mais carne e mais cartilagem. Na maioria das vezes é temperada apenas com sal grosso, mas aceita outros ingredientes e fica igualmente deliciosa. Se você é um bom apreciador de carnes e churrasco, dê uma olhada nas receitas abaixo:

Continua após o anúncio

1. Costela minga na parrilha

Um preparo simples e sem muitos segredos. Tudo que você precisa fazer é manter o fogo alto e ir virando a costela, para assá-la por igual. Além disso, lembre-se de temperar com bastante sal groso. Você vai ficar com água na boca antes mesmo de poder experimentar.

2. Costela minga de churrasqueira

O preparo é um pouco diferente, apesar de ir na churrasqueira. A costela será temperada e embalada em papel alumínio, antes de ir para assar. Há também algumas dicas para deixar a carne mais macia. É uma sugestão ideal para quem deseja saber mais sobre como fazer a carne embalada na churrasqueira, já que é bastante detalhada.

3. Costela minga de forno

Para quem prefere cozinhar a carne no forno e não quer muito tempero, vai se encantar com esta sugestão. É prática pois usa apenas sal para o tempero e papel alumínio para não queimar a carne enquanto estiver no forno. Se prepare para deixar cozinhando por bastante tempo, mas você vai experimentar uma costela muito macia e saborosa.

4. Costela minga com batata e cenoura

Se você gosta de temperar a carne com itens diferentes, aqui irá usar pimenta-do-reino, alho, chimichurri e até limão. O vinho seco também irá ser despejado na carne, para ajudar a amolecer. Depois, é só colocar em uma forma com batata e cenoura picada e levar para o forno.

Continua após o anúncio

5. Costela minga na grelha

Aqui a costela precisa estar cortada em bifes e vai para a grelha em fogo médio a alto sem ser temperada. Assim que estiver pronta é só colocar o sal. Você vai notar um sabor incrível e diferente.

6. Costela minga no sous vide

Apesar de levar vinte e quatro horas para ficar pronta, o resultado promete deixar todo mundo na vontade. Para temperar, foi usado um tempero Dry Rub. A costela fica tão macia que você vai achar muito fácil cortá-la no dia seguinte. Então, se tem o sous vide em casa, vale a pena tentar!

7. Costela minga defumada

São cerca de cinco horas de cozimento e o único tempero utilizado é o sal grosso. São poucas etapas e bem detalhadas, para facilitar o entendimento até de quem está tentando fazer a carne pela primeira vez. É importante fechar a entrada da churrasqueira, com um papel próprio para defumar e a carne irá direto ao fogo primeiro para depois ser enrolada no papel alumínio.

8. Costela minga no smoker

Quem tem o smoker em casa pode aproveitar para preparar a costela nele. Nesta dica você vai caprichar nos temperos, com sal de bacon, azeite e pimenta-do-reino. Tenha paciência para esperar, pois são necessárias oito horas para assar. Além disso, a cada três horas, é preciso passar um pouco de molho barbecue e, depois de seis horas, enrolar a carne em papel alumínio. Dá trabalho, mas vale a pena pelo sabor inesquecível.

9. Costela minga com pico de gallo

Continua após o anúncio

Depois de temperar a costela com cachaça e sal grosso, é só enrolar em papel alumínio e levar para assar. O segredo está no acompanhamento da carne, uma receita picante que leva coentro, tomate, cebola e pimenta jalapenha. Se você ama aquele toque apimentado, vai se encantar com este prato!

Gostou de conhecer todas as receitas de costela minga? Enquanto você prepara uma delas, que tal uma farofa para churrasco para acompanhar a carne?

PARA VOCÊ