30 receitas de ragu para inovar o cardápio da semana

Está querendo sair da rotina com os pratos do dia a dia? Experimente alguma receita de ragu. O ragu tem suas versões tradicionais, com carne, mas também tem para paladares vegetarianos e veganos. Em quase todas as receitas, pode ser usada apenas uma panela para o preparo.  Então, suja pouca louça – o que é ótimo pela praticidade e economia de água.

De origem francesa (a palavra deriva ragoût), também é considerado uma iguaria em terras italianas. O povo que habita a terra da bota classifica o ragu como um dos molhos mais nobres do seu menu requintado. Basicamente, o ragu é um ensopado, com molho espesso e encorpado, cheio de sabor.

O segredo para fazer um bom ragu é a paciência. Ou melhor, o tempo de cozimento. Quanto mais tempo ele passar no fogo, mais saboroso e perfumado vai ficar. O certo é a mistura ficar, pelo menos, duas horas cozinhando. Para o preparo correto, utilize também uma panela mais baixa e larga (como a caçarola, por exemplo), que é ideal para manter por igual a temperatura do fogo também do lado de dentro.

Vegetarianas ou veganas

Foto: Reprodução / Sem Medida

1. Ragu de cogumelos, ovo mole e agrião: para essa receita ficar ainda mais vistosa, use cogumelos grandes, frescos, do tipo Portobello. Se não encontrar, pode substituir por shitake. O molho é feito à base de shoyu, manteiga, sakê (ou vinho branco suave) e nirá, também conhecido como cebolinha japonesa.

2. Ragu de berinjela: opção perfeita para acompanhar e incrementar o macarrão do dia a dia, esse ragu leva apenas duas berinjelas médias, alho, cebola, molho de tomate, azeite e orégano.

3. Ragu de cogumelos: essa receita é feita com quatro tipos de cogumelos, então o sabor fica bem característico. O perfume fica sob a responsabilidade de alecrim, tomilho, caldo de vegetais e vinho branco. Para acompanhar, sirva com polenta mole e cremosa. A combinação fica incrível.

4. Ragu de lentilhas e amêndoas: receita de spa famoso, indicada para quem tem intolerância ao glúten e lactose, esse ragu tem um mix de amêndoas, tomate, alho poró, cogumelos e castanha do Pará. O prato fica deliciosamente crocante.

Com carne

Foto: Reprodução / Figos e Funghis

5. Ragu de costela: considerado confort food, esse ragu é feito com aquela costela macia e que desmancha na boca. Para o molho, você pode optar em usar o vinho branco ou o tinto, o de sua preferência. Sirva acompanhado de um risoto bem cremoso.

6. Ragu tradicional à bolonhesa: a mais tradicional receita de ragu, com a carne (alcatra) cortada miudinha, na ponta da faca. O molho suculento é feito com bacon, cenoura, aipo, alho, cebola, tomate, sal e pimenta, azeite e vinho tinto. Sirva com polenta, macarrão, ou para mergulhar fatias de pão.

7. Ragu de linguiça e erva doce: desmanche a linguiça, até que ela fique bem “esfarelada” (de modo que o aspecto pareça carne moída). Depois da cebola refogada, acrescente açúcar. Quando derretido, caramelize a linguiça. Para finalizar, basta adicionar o tomate, o vinho, manteiga e erva doce. O perfume fica incrível, e o sabor, melhor ainda.

8. Ragu de frango: se você prefere comer carne branca, aposte nesse prato. Você pode usar o peito de frango ou coxas e sobrecoxas. O molho gostoso é feito à base de vinho tinto, caldo de legumes, vinagre balsâmico e pimenta dedo de moça.

9. Ragu de costela: para fazer esse ragu, deixe a costela selar em fogo alto. Junte a guarnição aromática para caramelizar a carne. Cozinhe em fogo baixo por oito horas. A sugestão para servir esse ragu é nhoque de batata doce. O prato fica, então, levemente adocicado e encorpado.

10. Ragu preguiçoso de carne ao vinho: a carne escolhida para esse ragu é coxão mole. Com pouco ingredientes, seu modo de preparo lembra bastante o de carne de panela. Uma hora na pressão e seu ragu preguiçoso vai estar no ponto certo de ser devorado.

11. Ragu de pastrami: pastrami é o peito bovino curado com sal e especiarias, defumado e cozido no vapor. Típico da culinária judaica, essa carne também é perfeita para o preparo de ragu. Capriche nos temperos: manjericão, pimenta do reino, zimbro, coentro e louro.

12. Ragu de fraldinha e agrião: a fraldinha foi a escolhida para essa opção de ragu. Coloque a carne na panela para dar uma douradinha antes de partir para o modo de preparo completo – essa etapa faz toda a diferença no final. Para servir, faça uma caminha de polenta no prato, ragu e lascas de parmesão por cima, e folhas de agrião para ressaltar ainda mais o sabor da carne.

13. Ragu de pernil: fez um assado no final de semana e sobrou pernil? Reutilize a carne nessa receita. Junte à carne suína um punhado de alcaparras, combina super bem. Sirva com um purê rústico de legumes (batata, cenoura e mandioquinha).

14. Ragu de rabada: rabada também serve para fazer ragu. Para ficar no ponto certo, você precisa, antes de tudo, escaldar a carne. Em seguida, frite para dar aquela douradinha. Em 40 minutos na pressão, junto com os demais ingredientes, já está prontinho.

15. Ragu de carne de panela: todo mundo tem uma receita de carne de panela, não é? Esse prato leva a combinação do ragu com purê de mandioquinha. Confort food total, comida com gosto de casa de avó! Perfeito para um dia mais friozinho.

16. Ragu de fraldinha: corte a fraldinha em cubos, como se corta a carne para estrogonofe. Doure com um fio de azeite, acrescente alho, cebola, cenoura, salsão, tomate, louro, salsinha, sal e vinho tinto seco. Deixe cozinhar por 40 minutos após a pressão.

17. Ragu de linguiça e cebola: não pense que é macarrão com linguiça. A receita é bem mais forte, com sabor acentuado. Para deixar o prato ainda mais gostoso, utilize cebola roxa.

18. Ragu de javali: receita de chef famoso, é perfeita para fazer em uma data especial. O tchan do prato é a combinação com nhoque de mandioquinha, que dá a crocância com a casquinha e o sabor equilibrado, já que é mais docinha.

19. Ragu de carne seca: carne seca fica maravilhosa servida como ragu! Não tem como não repetir o prato. Depois da carne cozida e desfiada, refogue com manteiga, alho e cebola, manjericão, tomate, molho e água. Cozinhe até ficar um molho bem denso e adicione salsinha.

20. Ragu de carne de porco: carne de porco também combina super bem para montar uma receita bem robusta de ragu. Para esse prato, o lombo foi cortado em cubos. Doure a carne e vá acrescentando, aos poucos, os demais ingredientes. Os pimentões dão um toque a mais de sabor ao ragu.

21. Ragu de charque bom batata doce: o charque é uma carne ótima para desfiar, então, é perfeita para preparar ragu. Junto com bacon, cebola roxa, alho, cenoura, tomates, temperinhos a gosto, caldo de carne, leite e vinho branco, fica deliciosamente perfumado e tentador.

22. Ragu de picanha: fez churrasco e sobrou carne sem fazer? Pegue aquele pedaço lindo de picanha e transforme em um ragu saboroso. Com 40 minutos de cozimento em fogo médio, seu ragu está pronto.

23. Ragu de calabresa: esse ragu fica suave e muito gostoso, a combinação é perfeita com purê de mandioquinha. Pique a calabresa em pedaços bem pequenos, para dar um ar mais delicado ao prato. Sirva em pequenos ramequins, como finger food, fica um charme só.

24. Ragu de ossobuco: receita bem incrementada, para dar aquela forrada no estômago ou acabar com a fome de vez. E o melhor: prato pronto com o uso de apenas uma panela. Depois do ragu pronto, basta adicionar macarrão pequeno (Ave Maria) e deixar cozinhar no próprio molho.

25. Ragu napolitano: a opção “napolitana” do ragu é feita recheada de temperinhos que deixam a cozinha perfumada, como alecrim, tomilho, alho poró e manjerona. Acrescente à eles o tomate e o vinho para o molho que, junto com o líquido próprio da carne, formam um molho espesso e muito gostoso.

26. Ragu de carne: essa versão é feita com músculo. Limpe a carne e dispense toda a gordura. Tempere como de costume, doure levemente e cozinhe com o tomate e o extrato. Acrescente os demais temperos e cozinhe em fogo baixo.

Ragu para impressionar

Foto: Reprodução / Projeto Banquete

27. Ragu de cordeiro: essa receita demora bastante para ficar pronta, mas a espera compensa – e muito! O cordeiro é selado, cozido, desfiado e encorpado ao molho. Para acompanhar, a sugestão é nhoque – artesanal, de preferência – e azeitonas grelhadas e lascas de amêndoas tostadas.

28. Ragu de linguiça e figo: esse prato mistura dois sabores bem distintos: picante e doce! O molho é o protagonista, com uma mistura de linguiça, vinho branco, tomate cereja e figo.

29. Ragu de mignon flambado no whisky: o filé mignon deve ser cortado em tiras. Refogue com azeite, alho e cebola e sele a carne. Acrescente o whisky para flambar. Com o fogo desligado, acrescente o molho de tomate, o vinho, caldo de carneiro, shitake e temperos a gosto.

30. Ragu de polvo e tomates cereja: com apenas sete ingredientes, esse prato parece bem mais elaborado e arranca suspiros de quem prova. Limpe bem os tentáculos do polvo, corte grosseiramente e refogue. Faça uma redução de vinho branco e depois acrescente os tomates.

Escolha uma dessas opções e incremente o menu dessa semana. O perfume e o sabor marcante do ragu vão deixar aquele gostinho de “quero mais”.document.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);

Priscila Silva

publicado em 03/01/2017

Comentários

Em alta