Ossobuco na pressão

Ossobuco na pressão

Testamos e aprovamos!
4 a 6 porç. 90min

Ingredientes

Publicidade

Modo de preparo

  1. Uma bancada com os ingredientes separados.

    Receiteria

    Corte as cenouras, cebola, mandioca e tomate em tamanho grande. Não queremos que se desmanchem completamente no caldo, mas, sim, trazer textura e sabor para a receita;
  2. Um recipiente com o ossobuco e temperos.

    Receiteria

    Tempere o ossobuco com os temperos de sua preferência. Utilizamos páprica picante, tempero bovino, fumaça em pó, alho picado, cebola, salsa e sal. Misture bem pela carne e deixe descansar por 30 minutos;
  3. Uma penela de pressão com o ossobuco sendo selado.

    Receiteria

    Em uma panela de pressão, esquente o azeite e sele o ossobuco por cerca de 2 minutos de cada lado. Reserve em um prato;
  4. Uma penela de pressão com a cebola e o alho sendo refogados.

    Receiteria

    Na mesma panela, refogue a cebola e o alho, sempre raspando o fundo para aproveitar a crosta de sabor que se forma;
  5. Uma penela de pressão com vegetais refogados.

    Receiteria

    Acrescente o tomate, o extrato de tomate e deixe fritar por mais 2 minutos;
  6. Uma penela de pressão com vegetais e carne.

    Receiteria

    Junte as pimentas, as cenouras e o ossobuco. Despeje água até cobrir toda a carne;
  7. Uma penela de pressão com carne, vegetais e molho.

    Receiteria

    Misture bem, acerte o sal e os temperos. Se quiser, adicione cheiro-verde ou folha de louro. Tampe a panela e deixe cozinhar por 30 minutos, em fogo médio, contados após pegar pressão;
  8. Uma penela de pressão com caldo e mandiocas.

    Receiteria

    Assim que sair a pressão, retire a tampe e adicione a mandioca. Tampe novamente e deixe mais 10 minutos na pressão;
  9. Uma panela cheia com ossobuco feito na pressão.

    Receiteria

    Espere a pressão sair naturalmente. Se preciso, deixe a panela destampada no fogo para reduzir o caldo mais um pouco. Finalize com cheiro-verde. Agora é só servir esse ossobuco delicioso!

informações nutricionais (a cada 100g)

159 calorias
9g proteínas
6g gorduras
15g carboidratos

da nossa cozinha para a sua!

Nosso time colocou muito carinho em cada detalhe desta receita, testando e fotografando cada passo com atenção para que você possa brilhar na cozinha! Estamos aqui torcendo por momentos deliciosos e cheios de satisfação à sua mesa. Bom apetite!

Publicidade

dúvidas sobre Ossobuco na pressão

1

Posso usar outros legumes nesta receita de ossobuco?

Sim, você pode. Para manter o equilíbrio do prato, a dica é escolher entre a mandioca e a batata (usar uma ou outra). Vale acrescentar vagem, alho-poró, ervilhas e milho.

2

É saudável comer o tutano do ossobuco?

O tutano é rico em fósforo, magnésio, cálcio e gorduras boas. Muito nutritivo, seu consumo faz bem para a saúde, ajudando no fortalecimento dos ossos e pele, além de trazer saciedade. O alimento é bastante calórico, por isso, o mais indicado é um consumo moderado.

3

Qual a diferença entre ossobuco e mocotó?

O ossobuco é feito com o osso da canela do boi, que possui mais carne. Já o mocotó é feito com as extremidades do boi, as patas sem cascos, que possui mais gordura e cartilagem.

dicas do receiteria

O ossobuco, também conhecido por chambaril, é um prato típico do Tocantins, feito com uma peça de carne retirada da perna traseira (ou da vitela) do boi. O tutano, presente no osso, é rico em gordura e proteínas, trazendo um sabor muito marcante para a receita.

O ponto de cozimento ideal é quando a carne está se soltando com facilidade do osso. Ao abrir a panela, se o ossobuco não estiver macio, deixe cozinhando, sem pressão, até atingir o ponto desejado.

Você pode servir com arroz branco, polenta cremosa, purê de batata e risoto. Uma curiosidade: em Tocantins, o ossobuco é consumido em qualquer refeição do dia, inclusive no café da manhã, pois o caldo traz saciedade.

veja mais receitas

Ossobuco Panela de pressão

comentários

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments