Picanha no forno

Picanha no forno

Testamos e aprovamos!
5 a 6 porç. 60min

Ingredientes da carne

Ingredientes da pasta de alho

Publicidade

Modo de preparo

  1. Uma bancada com os ingredientes separados.

    Receiteria

    Reúna os ingredientes para fazer a melhor picanha de forno de todas;
  2. Alhos cortados sobre uma tábua.

    Receiteria

    Retire a picanha da geladeira e espere ela chegar em temperatura ambiente. Enquanto isso, em uma tábua, utilize uma faca para cortar as pontinhas da cabeça de alho inteira;
  3. Papel-alumínio sobre tábua contendo alho, azeite, sal e pimenta-do-reino.

    Receiteria

    Depois, posicione-o no centro de uma folha de papel alumínio. Tempere com uma pitada de sal, outra de pimenta-do-reino e o azeite;
  4. Papel-alumínio sobre tábua contendo alho, azeite, sal, pimenta-do-reino e alecrim.

    Receiteria

    Por cima, coloque um ramo de tomilho e 1/2 raminho de alecrim. Embrulhe as pontas para fechar e leve ao forno a 200ºC em uma assadeira por cerca de 30-35 minutos;
  5. Uma peça de picanha temperada sobre uma tábua.

    Receiteria

    Agora, já comece temperando a carne com sal fino. Nesse momento, não é necessário exagerar no sal, pois ao fim, ele é acertado com a flor de sal. Tempere com pimenta-do-reino e repita o mesmo processo com a capa da gordura;
  6. Uma peça de picanha crua sobre em uma panela.

    Receiteria

    Leve uma panela média (se tiver, utilize a de ferro) no fogo alto e espere-a esquentar bem. Quando ela estiver no ponto, coloque a picanha com a gordura virada para baixo. Ela soltará bastante gordura, por isso, não é necessário colocar óleo na panela;
  7. Uma peça de picanha com tomilho selando na panela.

    Receiteria

    Quando a espessura de gordura diminuir e ficar com a grossura de aproximadamente 1 dedo, utilize uma pinça para virá-la e fritar o lado da carne por cerca de 3 a 4 minutos. Coloque um ramo de tomilho e comece a regar a carne com a gordura derretida (ela proporciona sabor e uma melhor experiência);
  8. Uma peça de picanha sendo selada na panela.

    Receiteria

    Após selar a gordura e a base da carne, segure a picanha com uma pinça para selar a lateral. Deixe-a em contato com a frigideira. Esse processo de selar a peça ajuda a manter o líquido da carne dentro dela;
  9. Uma peça de picanha sobre uma assadeira.

    Receiteria

    Transfira a picanha selada e o tomilho para uma assadeira limpa (mesmo que você possa levar a frigideira no forno, nesse caso, não é o ideal, pois a parte da carne em contato com a panela assaria mais rápido que a parte superior, uma vez que ela já está bem quente. Por isso, utilize uma nova travessa);
  10. Uma peça de picanha no forno assando.

    Receiteria

    Leve ao forno preaquecido a 200ºC (se for a gás, coloque 220ºC) por pelo menos 10 minutos (menos que isso, a carne estará fria). A partir desse momento, o ponto da carne depende do seu gosto - se gostar mal passado, deixe menos tempo; se gostar mais ao ponto, deixe por mais minutos;
  11. Uma peça de picanha sobre uma grade em assadeira.

    Receiteria

    Se você preferir mal passado, após os 10 minutos, retire a carne e posicione-a em cima de uma grelha (isso permite que o ar circule melhor). Até os líquidos voltarem para a carne, espere cerca de 10 minutos e prepare a pastinha de alho;
  12. Um recipiente com pasta de alho temperada e um minifouet.

    Receiteria

    Em uma tábua, pique a salsinha e esprema o alho assado (cuide para não queimar os dedos. Se necessário, utilize um papel-toalha). Coloque-os em um potinho separado e tempere com sal, pimenta-do-reino, pimenta-da-jamaica, azeite, raspas de limão e suco da tampinha do limão. Misture bem;
  13. Uma peça de picanha sobre uma grade após assar.

    Receiteria

    Para ver o ponto da carne, aperte a carne. Se ela estiver macia, ela está ao ponto. Um pouco mais mole, significa que ela está mal passada e, caso mais rígida, estará bem passada;
  14. Uma tábua contendo picanha no forno.

    Receiteria

    Sirva a picanha fatiada em uma tábua com a pastinha de alho no canto. Salpique flor de sal e experimente a suculência e sabor desse corte fino. Bom apetite!

da nossa cozinha para a sua!

Nosso time colocou muito carinho em cada detalhe desta receita, testando e fotografando cada passo com atenção para que você possa brilhar na cozinha! Estamos aqui torcendo por momentos deliciosos e cheios de satisfação à sua mesa. Bom apetite!

Publicidade

dicas do receiteria

Quem não gosta desse corte, não é mesmo? A picanha é conhecida por seu sabor e suculência, e mesmo no forno, ela não perde suas maiores características.

Servida em fatias finas, essa carne fica ainda mais gostosa, especialmente com uma camada generosa da pastinha de alho.

Se quiser um acompanhamento extra, antes de levar ao forno, forre a assadeira com rodelas de cebola, fazendo uma “cama” para a carne.

Para saber se você comprou somente a parte da picanha, verifique as 3 veias. Com a gordura para baixo, comece pela ponta menor e procure a primeira veia (buraco que, se levemente apertado, solta um pouco de sangue). A carne que ficar além da 3ª veia é o início do coxão duro, que também é saboroso.

Mesmo que tentador, não pule o processo de selar a carne na frigideira. Fritar a gordura proporciona uma belo acabamento e uma crostinha que ajuda os líquidos da carne se manterem dentro dela.

Agora, confira a nossa receita de picanha na manteiga, um prato cheio de personalidade!

veja mais receitas

Carne assada De forno Picanha

comentários

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Maria das Graças Gomes da Silva

Adorei as receitas ,
Facil de fazer ainda mais na airfryer