52 receitas de comidas nordestinas arretadas de boas

Não é preciso se deslocar por grandes quilômetros para saborear as comidas nordestinas, já que é possível reproduzir vários pratos em casa. A região, que conta com uma cultura muito rica e influências indígena, africanas e portuguesas nos seus pratos, pode surpreender os mais variados paladares.

Entradas Nordestinas

Esse vatapá de camarão é uma iguaria que não pode faltar no recheio de acarajé. Confira o passo a passo em fotos e aproveite!

Publicidade

O famoso acarajé é composto por uma massa feita com feijão-fradinho e você pode rechear com outros ingredientes típicos do nordeste. Nesta receita, o recheio sugerido é o vatapá, que você vai conhecer o preparo em breve.

Esses dadinhos de tapioca podem ser feitos no forno ou até mesmo na airfryer. É uma ótima opção de entrada e/ou petisco e você ainda pode servir com melado. Acesse a receita e veja como o preparo é fácil.

Como você sabe, a tapioca é um ingrediente muito versátil, então rola até preparar uma tapioca de cuscuz. Basicamente é só unir esses dois ingredientes com água, queijo, sal e pronto! Depois é só escolher o recheio de sua preferência.

Esse delicioso vatapá de camarão com castanhas pode ser utilizado no recheio do acarajé ou comer com outros acompanhamentos do seu gosto. Capriche no leite de coco e no azeite de dendê para trazer todos os sabores do nordeste ao prato.

Publicidade

Esse caldinho de sururu é perfeito para uma entrada simples e extremamente elegante. Afinal, menos é mais. Você ainda pode coar o sururu para não deixar o caldinho tão pedaçudo e até mesmo utilizar em outras receitas.

Seja mandioca ou macaxeira, esse bolinho faz sucesso universal. Que tal degustar um bolinho de mandioca com uma cervejinha trincando enquanto se perde nas vistas litorâneas nordestinas? É exatamente essa sensação que o gosto desse bolinho fornece.

Delícias de frutos do mar

O bobó de camarão é outro clássico que não pode ficar fora da lista. Prepare naquela panela de ferro de respeito para o preparo e não se esqueça de finalizar o prato com raspas de limão para trazer mais frescor ao sabor.

A moqueca clássica é feita com abrótea, tomate, pimentão amarelo, leite de coco e azeite de dendê, mas você também pode utilizar o camarão. Não se esqueça de caprichar no tempero, como salsa, cebolinha e coentro a gosto.

Esse peixe grelhado com molho de coentro é perfeito para servir no dia a dia e também em refeições especiais. Preste bastante atenção no modo de preparo do molho para o coentro não roubar todo o sabor do prato, hein.

Publicidade

O camarão na moranga é outro clássico que aparece em diversos restaurantes de comida nordestina. Aqui, a moranga é utilizada como panela e também acrescenta um sabor rústico e textura ao prato.

Nada melhor do que uma farofa de dendê com camarão seco de acompanhamento. Aqui, você vai precisar apenas de azeite de dendê, camarões secos defumados, farinha de mandioca e alho picado.

Outra receita que tem sabor de maresia é o camarão frito, que fica maravilhoso com uma cervejinha também. Aqui você só precisa limpar as peças muito bem e seguir o passo a passo do preparo para deixar a porção bem crocante.

Sabores do sertão nordestino

O baião de dois é uma receita típica do sertão que carrega todo o sabor da região. Aqui, os ingredientes defumados acrescenta sabor ao feijão. Além disso, você pode utilizar qualquer tipo de arroz, mas o parboilizado é o mais indicado.

Se você deseja algo mais simples e do cotidiano, o feijão-tropeiro é a receita ideal. Esse tipo de feijão possui um tempo diferente de cozimento, então é bom prestar atenção no passo a passo. Depois, é só temperar do seu jeitinho.

A carne de sol à baiana também é um preparo curinga, pois pode ser utilizado em recheios e até como o ingrediente principal. Para não ficar tão salgado, é importantíssimo deixar a carne de molho pelo menos de um dia para o outro.

O cuscuz com carne-seca e queijo é perfeito para degustar em vários momentos do dia. Além disso, você pode optar pelo queijo coalho para acrescentar mais sabor nordestino ao prato, você não vai se arrepender.

O prato conhecido como Maria Isabel nada mais é do que um arroz temperado com charque, pimentão, pimenta, ovo e banana. Se quiser, você ainda pode acrescentar outros ingredientes defumados.

Mandioca ou macaxeira frita cremosa é outra ideia de petisco perfeito para comer com a galera. Aqui, você ainda tem opção de preparar no óleo quente, air fryer ou até mesmo no forno. Viu só como é fácil?

Especialidades de milho

Um clássico nordestino que conquistou o Brasil inteiro. Nessa receita, você vai aprender a fazer o clássico cuscuz, perfeito para servir no café da manhã.

Uma pamonha bem feita leva espiga de milho para aproveitar a palha e os grãos. No passo a passo, você vai aprender a passar o creme para a palha e ainda acompanhar o passo a passo para a amarrar perfeitamente.

Esse pão de milho de liquidificador fácil não precisa sovar e muito menos aguardar longos períodos de fermentação. Acesse o passo a passo para entender como preparar essa belezura.

Essa farofa rápida com bacon leva farinha de milho. Para deixá-la ainda mais saborosa, basta caprichar nos temperos. Aqui, rola até dar um toque especial com banana-da-terra para trazer mais charme ao prato.

A carne moída com milho pode ser substituída por carne de sol, basta respeitar o processo de molho para retirar o excesso de sal. Esse preparo também é bom para utilizar em recheios ou em pratos do dia a dia.

Esse milho cozido é perfeito para comer com um pouco de manteiga de garrafa, não é mesmo? Além disso, essa receita não utiliza panela de pressão, então é só ficar atento com o tempo de cozimento indicado.

A receita clássica de curau leva milho, margarina, açúcar, água, leite de coco, sal e canela. É uma receita bem simples que pode ser facilmente preparada na sua casa, então não deixe de conferir o passo a passo.

Por último, essa broa de milho tem gostinho de café da tarde com um cafezinho preto e manteiga de garrafa. Essa receita também não precisa de sova e nem tempo de fermentação, confira a receita para entender.

Culinária do litoral nordestino

Esse bobó de camarão com farofa de banana é refrescante e carrega todo o sabor do litoral. Selecione as melhores bananas-da-terra para preparar essa receita e veja como esse acompanhamento faz diferença no sabor.

A salada de lagosta é fresca e leve, perfeita para dias quentes. Não se esqueça de selecionar uma peça de lagosta bem fresca, pois esse toque fará diferença no resultado do prato. Depois, basta caprichar nos temperos e pronto.

A casquinha de siri não tem erro no ponto, mas o caldo do cozimento leva diversos ingredientes e é interessante não deixar nenhum de lado, para dar bastante sabor ao siri. Você ainda pode finalizar com gotinhas de pimenta.

Não tem nada mais clássico do litorial do que esse delicioso filé de peixe grelhado simples. A receita utiliza o linguado, mas você pode substituir por outro peixe do seu agrado. Acesse a receita para conferir o preparo.

Esse bolinho de peixe na airfryer utiliza pouquíssima farinha de trigo e você ainda pode fritar no óleo quente, assar no forno ou levar para a airfryer. Prepare um molhinho para acompanhar essa belezura.

Essa caldeirada de tambaqui leva diversos ingredientes para elevar o sabor do prato. Para servir, adicione farinha no fundo do prato, sirva o caldo e mexa até formar o pirão. Depois, coloque os pedaços de peixe, tomate e ovo.

Outra ideia de salada para manter a vibe leve e refrescante, essa salada de polvo leva tomate, cenoura, vinagre e páprica. Ah, não jogue a água do cozimento do polvo fora, pois você pode utilizar em outras receitas.

Sobremesas típicas nordestinas

Essa cocada simples leva água, açúcar, leite de coco, coco em flocos e leite condensado. Basta levar ao fogo e mexer até dar o ponto ideal para fazer bolinhas. Você ainda pode adicionar cravo, canela ou outras especiarias.

Esse doce de abóbora também não carrega segredos, o negócio é apostar no básico: abóbora, açúcar refinado, cravos-da-índia e canela em rama. Aí já sabe, né, leve ao fogo e aguarde a caramelização acontecer.

O bolo de milho não poderia ficar de fora da lista e aqui você pode utilizar a latinha de milho em conserva. Depois de assado, umedeça a massa com leite de coco, você pode até transformar em bolo gelado.

Quindim também não tem erro, os ingredientes são sempre os mesmos: gemas, ovos inteiros, açúcar e manteiga. Entretanto, existem segredos para não deixar o quindim com aquele gosto de ovo, confira o preparo para aprender.

É fato que rapadura é doce, mas não é mole não. Porém, esse bolo de rapadura é bem fofinho e macio. Se você quer um meio de burlar essa informação, então prepare esse bolo delicioso e bem descomplicado.

Essa maria-mole com coco é perfeita para servir a galera. Aqui, você vai precisar somente de claras, açúcar, gelatina e coco ralado seco. Para entender como dar consistência, basta acessar a receita.

E obviamente teria uma receita doce utilizando a tapioca como ingrediente principal. Utilize leite coco e coco ralado seco para hidratar a tapioca e veja como ela absorve todo o sabor. Depois, é só levar para o forno.

Cartola é uma sobremesa típica de manteiga, bananas levemente maduras, fatias de queijo coalho, açúcar e canela em pó. Certamente, uma sobremesa excelente para não deixar de fora da sua lista de receitas da culinária nordestina.

O quebra-queixo é composto por açúcar, água, limão, coco ralado grosso e coco em floco. Basta derreter o açúcar e adicionar os outros ingredientes para dar uma leve caramelizada. O resultado é essa delícia.

O bolo Souza Leão é um clássico feito com açúcar, água, manteiga, massa de mandioca, leite de coco e muitas gemas. O resultado é uma massa deliciosa. Acesse o modo de preparo para aprender a fazer essa belezura.

Bebidas típicas nordestinas

Iniciando a lista, a caipiroska de caju também leva morango e uma dose de açúcar para deixar o gosto mais docinho. Se você gosta de sentir o gosto de caju, basta diminuir a quantidade de açúcar e dispensar o morango.

Para uma versão sem álcool, o suco de caju cai como uma luva. Aqui, você só vai precisa da fruta e água, mas também é possível adoçar com açúcar ou adoçante, caso você ache necessário. Não se esqueça do gelo para deixar bem refrescante.

Essa batida de coco é bem docinha e lembra bebidas tipo coquinho. Aqui você vai precisar de leite condensado, leite de coco e cachaça. Vale utilizar coco ralado para decorar o copo e deixar com aparência mais requintada.

A batida de pitanga leva polpa de pitanga, leite condensado, cachaça e limão, tudo isso para deixar a bebida bem grossa e encorpada. Acesse a receita para preparar um drink de personalidade.

Para fazer uma umbuzada, você vai precisar de umbus, água, leite condensado, leite e leite em pó. Sim, antes de bater é necessário cozinhar o umbu com água quente, mas esse processo leva poucos minutos.

O leite de castanha-de-caju é um clássico da culinária vegana e também nordestina. Você ainda pode adicionar gotinhas de essência de baunilha para trazer mais sabor a bebida. Essa receita pode ser utilizada em diversos pratos.

A caipirinha de polpa de cajá é perfeita e você ainda pode utilizar vodka ou cachaça. Não se esqueça de caprichar no gelo para deixar a bebida bem refrescante, digna das praias nordestinas.

Por fim, esse suco de milho-verde fica bem cremosinho e é perfeito para aproveitar aquela latinha de milho esquecida na gaveta. Você ainda pode coar para evitar textura de milho na sua bebida.

A culinária nordestina é muito rica, por isso, não é difícil encontrar uma receita que agrade os mais variados paladares. Se você quer conhecer ainda mais opções, confira estas receitas de moqueca de camarão, feijão fradinho e caruru.